Localizada às margens do rio Aporé (ou rio do Peixe), fica a 420 km de Goiânia e a 680 km de Brasília, com acesso pelas rodovias BR-164, BR-152, GO-206 e GO-302.

Sua história remete ao início do século 19, quando desbravadores sertanistas penetraram na região em busca das terras centrais do Brasil. O primeiro núcleo populacional foi a Fazenda Córrego Fundo e a Fazenda Sossego. As propriedades medicinais de sua lagoa, cartão-postal do município, foram descobertas entre os anos de 1880 e 1890 pela comitiva do fazendeiro Virgílio Martins Ferraz.

O antigo Distrito de Thermas do Itajá, hoje Lagoa Santa, vem recebendo a cada ano um maior número de turistas, que chegam em busca de cura para suas enfermidades, lazer, descanso, e bem-estar. Sua altitude média é de 380 m. A temperatura média varia entre 20ºC e 24ºC, com mínimas na casa dos 17ºC e máximas próximas dos 31ºC.

Situada no extremo sul goiano, tem uma vegetação típica de cerrado, mas com áreas de floresta estacional, onde se pode encontrar espécies como a sucupira-branca, pequizeiro, pau-d’óleo, angico, açoita-cavalo e pindaíba-ferrugem.